Mídia Programática: saiba como comprar

Se fossemos fazer um resumo simples sobre o que é Mídia Programática, poderíamos dizer que é uma forma automatizada e assertiva de comprar e vender mídia online em tempo real por meio de leilões e negociações preferenciais. 

A Programática tem se tornado o principal meio de veiculação de anúncios online por permitir a compra de um inventário (espaço publicitário) sem a necessidade de estar em contato direto com um vendedor.

Como funciona a Mídia Programática?

Como citamos em nosso artigo sobre “O que é realmente Mídia Programática?”, nesse formato de mídia, é permitida a segmentação do público baseada em dados comportamentais de modo que a publicidade seja entregue para quem, de fato, tem mais chance de se interessar e interagir com aquele anúncio.

Melhores Práticas para ter uma campanha de sucesso

  • Planejamento

Pense em qual será o objetivo da campanha. Por exemplo, aumentar a quantidade de cliques, estimular tráfego para o site, branding… as possibilidades são infinitas!

So Group recomenda: mudar o objetivo no meio da campanha não é uma boa opção. Pode ser que você não alcance nem o objetivo anterior e nem o novo.

  • Utilizar Bases de Audiência

Considerados o bem mais valioso na programática, os dados dos usuários podem ser adquiridos de diferentes maneiras e são fundamentais para o processo.

A base first party é aquela adquirida, principalmente, por meio de cookies em sites das empresas. São dados confiáveis que podem ser utilizados para retargeting, ferramenta que permite exibir anúncios para pessoas que já visitaram o site anteriormente.

Outra opção é contratar Data Providers, que já possuem essas bases de dados em seus servidores. São eles quem negociam essas informações para serem utilizadas em AdNetworks, DSP’s, AdExchanges etc.

  • Visibilidade

Vamos combinar: não adiantaria colocar anúncios no ar e não analisar se eles estão de fato sendo vistos e criando engajamento com os usuários, correto? Essa mensuração é chamada de Viewability.

A prática é tão importante que hoje existem regras rigorosas que definem quando uma publicidade foi vista e contada como impressão. 

Tipos de Compra Programática

O sistema de leilão em tempo real oferece diferentes níveis de negociação que vão do mais amplo até o mais restrito. Vamos conhecer melhor cada um deles:

  1. Real Time Bidding: São os próprios leilões em tempo real que permitem compra e venda de mídia instantânea baseada em coleta e análise de dados.
  2. Open Auction: Envolve todas as SSPs, ou seja, todos os sites que estão vendendo seu inventário, tem CPM (compra por cada mil impressões) mais acessível e inventário remanescente.
  3. Private Auction: Envolve apenas compradores autorizados e CPM floor (custo mínimo aceito pelo Publisher) mais elevado. 

💡Inventário com mais qualidade comparado ao Open Auction.

  1. Deal Preferencial: Envolve comprador único, inventário selecionado e de qualidade, alta prioridade na compra. O CPM é fixo, mas sem garantia sistemática de investimento e inventário.
  2. Deal Garantido: Envolve comprador único, inventário premium, maior prioridade possível, CPM fixo e garantia total de investimento.

Como comprar mídia programática?

Alguns cuidados são fundamentais para um investimento certeiro!

Observe o modelo de operação da plataforma

Há duas formas de operação das plataformas de mídia programática: self-service e full-service. Na full-service, a operação e a otimização ficam por conta do fornecedor, o que é uma boa alternativa para equipes enxutas.

No formato self-service, o cliente tem total controle sobre a operação, o gerenciamento e a otimização, o que é ideal para empresas que querem ter um controle operacional maior. A equipe precisa ficar mais dedicada.

Analise a forma de pagamento

Os clientes podem contratar os serviços optando pelo CPM, CPC, CPA, porcentagem do budget, entre outros. Algumas empresas trabalham com mais de uma forma de pagamento, como no caso da So Group.

O importante é que você entenda o nível de transparência em relação às taxas dos serviços prestados e qual é a melhor opção para o seu negócio.

Processos de compra

Você já deve ter percebido que cada produto tem suas peculiaridades, vantagens e desvantagens na compra. O diferencial da mídia programática está na maneira de comprar esses produtos.

Primeiro, vale lembrar que existem dois tipos diferentes de pagamentos nesse tipo de transação, que é o pagamento através de leilão e o pagamento de valor fixo.

Além disso, a princípio, é importante saber que se pode comprar displays, vídeos, postagens patrocinadas em redes sociais e mesmo espaços voltados para mídias móveis.

Ficou confuso? Calma, iremos facilitar para você! De forma resumida, você escolhe o seu público-alvo, a melhor segmentação, fará o upload das peças criativas e oferecerá um valor para o leilão da compra dos espaços publicitários e em seguida a ferramenta fará todo o trabalho sozinha.

A compra da mídia programática pode ser feita através de diversas negociações comerciais, como: 

  • CPA/CPL (custo por aquisição)
  • CPC (custo por clique)
  • CPC+ (custo pós clique)
  • CPM (custo por mil impressões)
  • CPM View (custo por viewability)
  • CPM Quarter (Compra por Quarters de Views: 25%, 50%, 75% e 100%)
  • CP Visita (custo por visita no ponto de venda)

Esses formatos são negociados por leilão.

“Por leilão? Como assim?” Por exemplo, se dois anunciantes desejam impactar o mesmo público no mesmo site ou na mesma segmentação, aquele que fizer o maior lance ganha o espaço. 

Como comprar mídia programática pode parecer uma pergunta complexa de início. Contudo, com uma equipe preparada, você logo entenderá os benefícios dessa tecnologia, que tem se tornado cada vez mais acessível.

A So Group é uma plataforma de veiculação de compra em mídia programática e de dados, conte conosco para impulsionar os resultados da sua empresa!

Author avatar
Ananda Tripodi
Olá, pessoal! Sou a analista de mídias da So Group, uma cinéfila entusiasta, viciada em chocolate e com tendências a blogueirar nas redes! 😉😂

comentário

  1. […] O vídeo tem o poder tanto de unir imagem, áudio e interatividade quanto de ser capaz de oferecer ao usuário uma experiência de compra mais completa e amigável. […]

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *